Categorias
Termômetros

Entenda como um termômetro clínico infravermelho sem contato funciona

Um termômetro clínico infravermelho sem contato se tornou uma escolha popular para a checagens de temperatura em meio à pandemia de COVID-19.

Embora sejam considerados menos precisos do que os termômetros digitais, auditivos ou de contato, eles apresentam o menor risco de contaminação entre todas as opções.

O ponto principal é que os termômetros infravermelhos sem contato podem detectar a presença de febre, um dos primeiros sintomas da COVID-19, e impedir que os indivíduos infectem outras pessoas.

Embora um termômetro clínico infravermelho sem contato tenham muitas vantagens, também há limitações e diretrizes a serem consideradas.

Benefícios de um termômetro clínico infravermelho sem contato

De acordo com a Food and Drug Administration (FDA), os benefícios do termômetro infravermelho sem contato incluem:

  • Risco reduzido de propagação de doenças entre as pessoas;
  • Fácil de usar, limpar e desinfetar;
  • Eficiente; capaz de conduzir exames múltiplos rapidamente.

A maior limitação é que como e onde os termômetros sem contato são usados ​​pode afetar a medição, de acordo com o FDA. Por exemplo, se eles forem usados ​​em um ambiente muito quente ou frio, as leituras podem ser imprecisas.

A distância e o posicionamento também podem impactar as leituras. A curta distância necessária entre a pessoa que usa o dispositivo e a pessoa que está sendo avaliada pode aumentar o potencial de propagação da doença.

Diretrizes para o uso de termômetros infravermelhos sem contato

Os termômetros sem contato têm diretrizes e instruções de uso estritas do fabricante que devem ser seguidas para garantir uma leitura precisa. Ao adquirir e utilizar um dispositivo siga estas diretrizes da FDA:

  1. Os termômetros infravermelhos sem contato devem ser usados ​​em um espaço sem correntes de ar e sem luz solar direta. Eles também devem ser colocados no espaço antes do uso por um período de tempo predeterminado para se ajustarem ao ambiente.
  2. Ao ler a temperatura de uma pessoa, um termômetro infravermelho sem contato deve ser mantido perpendicular à testa a uma distância específica.
  3. Não toque na área de detecção do termômetro. Mantenha o sensor limpo e seco.

Todas essas condições devem ser atendidas a cada vez para garantir uma leitura precisa. Como as instruções de uso são muito específicas, a precisão das leituras pode variar ligeiramente de usuário para usuário.

Como funcionam os termômetros infravermelhos na prática?

Se você já tem um termômetro ou está em busca de um, vale a pena saber como funcionam os dispositivos e aprender a usá-los corretamente.

Embora não seja nada difícil, sabemos que às vezes pode ocorrer problemas, principalmente se você nunca teve contato com este tipo de aparelho. O termômetro sem contato usa na maioria dos casos a medição de radiação de calor, que o objeto medido produz.

Dessa forma, o termômetro gera calor com uma dada emissão e aproxima a temperatura indicada no corpo. O método de medição da temperatura utilizado pelo dispositivo não é nenhuma novidade.

Uma coisa importante que você deve sempre lembrar é a distância entre o termômetro que está sendo segurado e o corpo. A distância pode variar dependendo do modelo do termômetro, mas geralmente fica de 3 a 5 centímetros da pessoa medida.

Lembre-se também da precisão e controle das mãos trêmulas durante a medição.

Termômetro Clínico Infravermelho Sem Contato TCI300 Incoterm

Para fechar

Por fim, vale a pena lembrar que um termômetro clínico infravermelho sem contato não pode ser usado para detectar COVID-19.

Embora, o dispositivo hoje se amplamente utilizado em espaços públicos, ou por serviços privados, o dispositivo serve apenas como uma ferramenta eficaz para medir a temperatura da superfície da pele.

Vários estudos médicos mostram que a temperatura do corpo humano na faixa de 87,8°F (31°C) a 96,08°F (35,6°C) é considerada normal. Temperaturas superiores a 99°F (37°C) são indicativos de febre.

Ao usar um termômetro clínico infravermelho sem contato, você será capaz de identificar uma pessoa com temperatura elevada. Dessa forma, essa pessoa deve ser supervisionada e, se possível, buscar apoio de profissionais médicos para investigar o problema.

Categorias
Nebulizadores Saúde

Guia definitivo: Tudo o que você precisa saber sobre nebulizadores

Resumindo brevemente, um nebulizador é um tipo de equipamento de respiração que permite inalar vapores medicamentosos. Normalmente, é possível comprar um nebulizador sem receita, embora o medicamento necessário para a inalação exige uma receita médica.

Os nebulizadores são, geralmente, utilizados ​​para aliviar tosse e outros sintomas causados ​​por doenças respiratórias. No entanto, também podem ser úteis para casos graves de congestão nasal e torácica, pois podem proporcionar alívio imediato ao realizar a abertura das vias aéreas.

Como os nebulizadores podem ser utilizados para tratamentos domésticos, muitos pacientes possuem dúvidas sobre a operação e manutenção do equipamento. Pensando nisso, compartilharemos neste artigo mais informações e potenciais benefícios dos nebulizadores.

Primeiramente, o que são os nebulizadores?

Um nebulizador muda a forma de uma medicação de líquida para um vapor com pequenas partículas líquidas. Dessa forma, o paciente pode inalar o medicamento diretamente para os pulmões de forma rápida e eficiente.

Os nebulizadores vêm em modelos domésticos (de mesa) e portáteis. Os nebulizadores domésticos são maiores e devem ser conectados a uma tomada elétrica.

Os nebulizadores portáteis funcionam com pilhas ou possuem baterias recarregáveis. Alguns modelos são tão pequenos quanto um baralho de cartas, portanto, você pode carregá-los facilmente.

Como dissemos anteriormente, é preciso de uma receita médica para obter os remédios utilizados em um nebulizador.

Principais tipos de nebulizadores

Existem três tipos principais de modelos de nebulizadores:

  • Jato. Esse modelo usa gás comprimido para fazer um aerossol (pequenas partículas de medicamento no ar);
  • Nebulizador ultrassônico. Este modelo forma um aerossol por meio de vibrações de alta frequência. As partículas são maiores do que com um nebulizador a jato.
  • Malha. O líquido passa por uma malha muito fina para formar o aerossol. Este tipo de nebulizador emite as menores partículas, porém também é o mais caro.

Lembre-se de conversar com seu médico sobre se um bocal ou máscara é adequado para você ou seu filho. As máscaras faciais, que se ajustam ao nariz e à boca, costumam ser melhores para crianças com menos de 5 anos, pois elas respiram mais pelo nariz.

Para que você deve usar um nebulizador?

Os nebulizadores são especialmente bons para medicamentos para asma de bebês ou crianças pequenas. Eles também são úteis quando você tem problemas para usar um inalador para asma ou precisa consumir uma grande dose de um medicamento inalado.

Você pode usar nebulizadores com uma variedade de medicamentos, tanto para controlar os sintomas da asma quanto para obter alívio respiratório imediato. Entre os remédios estão:

  • Corticosteroides para combater a inflamação (como budesonida, flunisolida, fluticasona e triancinolona);
  • Broncodilatadores para abrir as vias respiratórias (como albuterol, formoterol, levalbuterol e salmeterol).

Nebulizador vs. inalador

Inaladores e nebulizadores enviam medicamentos para os pulmões e têm seus prós e contras.

Um nebulizador costuma ser mais fácil para crianças pequenas usarem, porque tudo o que elas precisam fazer é respirar normalmente. Porém, demora mais para administrar um medicamento: pelo menos 5 ou 10 minutos.

Algumas pessoas preferem nebulizadores porque podem ver e sentir a névoa do medicamento.

Já os inaladores costumam ser mais baratos e tendem a ter menos efeitos colaterais do que os nebulizadores. Você pode carregar um no bolso ou em uma bolsa. Um inalador pode ser difícil de usar no início, mas a maioria das pessoas rapidamente pega o jeito.

Ele fornece uma dose exata de medicamento e são usados tradicionalmente para combater a asma.

Como devo cuidar do meu nebulizador?

É extremamente importante limpar e desinfetar o nebulizador após o uso para prevenir infecções. Siga as instruções a seguir para limpar seu equipamento:

  • Após o tratamento, enxágue bem o copo do nebulizador com água morna. Tire o excesso de água. Lave também a máscara em água morna utilizando um detergente neutro. Enxágue bem e deixe secar. Vale a pena lembrar que não é necessário limpar a tubulação do compressor.
  • Em três dias em três dias, após lavar o equipamento, limpe-o com uma solução de vinagre/água. Deixe o nebulizador de molho por 20 minutos. Enxágue-o bem na torneira. Tire o excesso de água. Certifique-se de que esteja totalmente seco antes de guardá-lo.

Por fim, lembre-se de sempre ter um copo e uma máscara de nebulizador extra. Sempre siga as instruções disponibilizadas no manual do equipamento para o momento da limpeza e substituição do filtro e do compressor de ar.